Offside
Lado B

Patrícia Gonçalves é voluntária na Associação Pata Vermelha.

Corporate

Um olhar sobre nós na voz dos nossos parceiros - Testemunho da Tekever, pela voz de Sofia Fernandes.

Fora de Série

"O que mais me motiva é a equipa fantástica do controlo de gestão em que estou inserida, pois somos mesmo um equipa e trabalhamos todos com o mesmo objetivo. Todos os dias tenho vontade de vir trabalhar." Bárbara Maia, Controlo de Gestão

Pensar Sério

"Confesso que no início estava um pouco perdida dentro deste universo multidisciplinar, entretanto percebi que o INESC TEC é diversificado em termos étnicos, culturais e também no que tange as opiniões e os pontos de vista, e que aos poucos abre-se para estes novos paradigmas." Luisa Gonçalves (CEGI)

Galeria do Insólito

O caso que a seguir relatamos passou-se por ocasião da Assembleia Geral do INESC P&D Brasil, em que foi pedido a um funcionário do edifício que tirasse uma foto das pessoas participantes.

Ecografia

BIP tira Raio X a colaboradores do INESC TEC.

Novos Colaboradores

Em março, o INESC TEC recebeu 24 novos colaboradores. Conheça os seus rostos.

Cadê Você?

O INESC TEC lança todos os meses no mercado pessoas altamente qualificadas...

Jobs 4 the Boys & Girls

Referência a anúncios publicados pelo INESC TEC, oferecendo bolsas, contratos de trabalho e outras oportunidades do mesmo género...

Biptoon

Mais cenas de como bamos indo porreiros...

Subscrever o BIP
 

Terminou projeto europeu que tornou as comunicações no espaço mais eficientes

CONSÓRCIO CONTOU COM €1M PARA MELHORAR AS COMUNICAÇÕES ENTRE SATÉLITES E DOS SATÉLITES PARA A TERRA

Chamava-se SCREEN - Space Cognitive Radio for Electromagnetic Environment management – o projeto europeu que terminou este mês e que tinha como objetivo tornar as comunicações no espaço mais eficientes. Fizeram parte deste consórcio quatro entidades, duas portuguesas – o INESC TEC e a TEKEVER ASDS (Aerospace, Defense and Security) -, uma inglesa – a Avanti Communications LTD – e uma alemã – o Munich Innovation Labs UG.

1   2

Como é que os investigadores tornaram as comunicações no espaço mais eficientes?

Utilizando tecnologias já existentes e utilizadas em comunicações terrestres juntamente com o conceito de radiocomunicações cognitivas. O projeto SCREEN permitiu melhorar as comunicações entre satélites e dos satélites para a Terra, diminuindo as interferências existentes.

Mas o que são as radiocomunicações cognitivas?


No INESC TEC o projeto foi desenvolvido pelo Centro de Telecomunicações e Multimédia (CTM) e contou com a colaboração dos investigadores Henrique Salgado e Luís Pessoa.

As tecnologias foram testadas nos laboratórios do INESC TEC

De acordo com Luís Pessoa, a grande inovação patente neste projeto foi a fase de implementação e teste das tecnologias. Tendo em conta os custos de lançamento elevados, são ainda poucas as tecnologias que são testadas no Espaço, pelo que os testes foram feitos nos laboratórios do INESC TEC, considerando sinais interferentes típicos de comunicações satélites.

“Utilizamos dois transcetores GAMALINK, que é uma plataforma da Tekever, e adicionamos alguma interferência à comunicação previamente estabelecida para avaliar a capacidade do sistema se adaptar de forma automática”, explica Luís Pessoa.

3   4

A transferência da tecnologia

Está prevista a transferência de tecnologia para o mercado através da incorporação do módulo de rádio cognitivo que vai passar a ser uma funcionalidade adicional a incorporar na gama de produtos GAMALINK, já comercializada pela Tekever.

O INESC TEC desenvolveu ainda um simulador de redes satélite, que se encontra disponível para o público através de licença GPL em: https://github.com/Munich-Innovation-Labs/screen-visualization.

O projeto SCREEN foi financiado pelo Programa Espacial da Comissão Europeia H2020, sob o acordo 640210. O projeto é financiamento no tópico “COMPET-6-2014: Tecnologias bottom-up de nível baixo de prontidão tecnológica”, envolvendo quatro parceiros, e começou no dia 1 de janeiro de 2015.

 

Os investigadores mencionados nesta notícia têm vínculo à UP-FEUP e ao INESC TEC.