Offside
Lado B

Patrícia Gonçalves é voluntária na Associação Pata Vermelha.

Corporate

Um olhar sobre nós na voz dos nossos parceiros - Testemunho da Tekever, pela voz de Sofia Fernandes.

Fora de Série

"O que mais me motiva é a equipa fantástica do controlo de gestão em que estou inserida, pois somos mesmo um equipa e trabalhamos todos com o mesmo objetivo. Todos os dias tenho vontade de vir trabalhar." Bárbara Maia, Controlo de Gestão

Pensar Sério

"Confesso que no início estava um pouco perdida dentro deste universo multidisciplinar, entretanto percebi que o INESC TEC é diversificado em termos étnicos, culturais e também no que tange as opiniões e os pontos de vista, e que aos poucos abre-se para estes novos paradigmas." Luisa Gonçalves (CEGI)

Galeria do Insólito

O caso que a seguir relatamos passou-se por ocasião da Assembleia Geral do INESC P&D Brasil, em que foi pedido a um funcionário do edifício que tirasse uma foto das pessoas participantes.

Ecografia

BIP tira Raio X a colaboradores do INESC TEC.

Novos Colaboradores

Em março, o INESC TEC recebeu 24 novos colaboradores. Conheça os seus rostos.

Cadê Você?

O INESC TEC lança todos os meses no mercado pessoas altamente qualificadas...

Jobs 4 the Boys & Girls

Referência a anúncios publicados pelo INESC TEC, oferecendo bolsas, contratos de trabalho e outras oportunidades do mesmo género...

Biptoon

Mais cenas de como bamos indo porreiros...

Subscrever o BIP
 

Ecografia

Alberto Martinho, CSIG, Bolsa

Com quem gostaria de ficar preso no elevador?

Tudo menos um cantor pimba…

Se fosse um bicho, qual seria?

Uma raia para estar sempre na água!

Qual a música pimba da sua vida?

Não há nada como Emanuel: “Pimba Pimba”!

Qual seria o título da sua autobiografia?

Gosto bastante de ler e viajar, pelo que pedia emprestado, ao Gonçalo Cadilhe, o título do livro “Planisfério Pessoal”.

Qual a coisa mais insólita que lhe aconteceu na vida?

Estar a fazer uma viagem Budapeste-Viena com o comboio cheio de refugiados a tentar chegar à Alemanha.

Por que motivo seria chamado à Administração do INESC TEC?

Por excesso de bolachas guardadas no cacifo!

Artur Capela, CSIG, Contrato

Com quem gostaria de ficar preso no elevador?

Com o técnico dos elevadores, para o problema ficar resolvido rápido porque já seria a terceira vez (fora do INESC TEC)... na falta disso, que fosse com alguém com quem goste ou gostasse de falar para que algo mau pudesse ter algo de agradável.

Se fosse um bicho, qual seria?

Se por bicho puder entender um animal e não um inseto ou assim, eu diria um cão, a levar uma boa vidinha a ser tratado como um rei tal como as minhas cadelas são tratadas como rainhas, porque adoro cães e adoro-as.

Qual a música pimba da sua vida?

Quim Barreiros - Nunca Gastes Tudo, pela "mensagem importante" para os nossos dias... a sério!

Qual seria o título da sua autobiografia?

Art U R (Art You Are - Arte Tu És), pela quantidade de trocadilhos envolvida e ter muito a ver. O menos percetível é que os principais aparelhos de música que uso são da marca ART (já merecia patrocínio…).

Qual a coisa mais insólita que lhe aconteceu na vida?

Tornar-me guitarrista da mítica banda Xeque-Mate, tocando lado a lado com o meu antigo professor de guitarra elétrica, Paulo Barros, sem que o Xico Soares sequer fizesse ideia que eu tinha sido aluno dele quando me descobriu e contactou, tal como os outros elementos também não, e com isso o álbum que eu tanto esperava desde o regresso em 2007 ter sido finalmente concretizado em 2016 e fazendo eu parte dele. Além disso, cerca de 1 mês antes de me contactarem eu andava "chateado" com isto de ter bandas com outras pessoas e tinha dito à minha namorada que só voltava a tocar numa banda se fosse Xeque-Mate ou Tarantula. "Alguém" mais me deve ter ouvido, e depois da minha entrada se concretizar tive um sonho uma noite em que apareceu o falecido António Soares, tendo-me sorrido e dado um abraço, que eu entendi como uma aprovação de eu estar no lugar que ele deixou quando partiu quase ano e meio antes, tendo eu estado presente no público no tributo que lhe foi feito no Hard Club no ano anterior.

Por que motivo seria chamado à Administração do INESC TEC?

Para ser premiado como o colaborador mais ecoeficiente (por entre quem vem de transporte, claro), sendo o que mais vezes vem trabalhar de bicicleta, faça chuva ou faça sol! (sem me querer fazer de “convidado”, claro).

Débora Pinguinha, SCOM, Estrutura

Com quem gostaria de ficar preso no elevador?

Morreria se ficasse presa no elevador mas, se acontecer, que seja com o Woody Allen, para morrer a rir.

Se fosse um bicho, qual seria?

Existe um “jogo” que procura associar as características do rosto a animais. Uma vez, disseram-me que parecia um peixe. Outra, uma capivara. Não me vejo a passar uma vida dentro de água, portanto, escolho a capivara.


Qual a música pimba da sua vida?

É aquela da Ágata — Podes ficar com o carro, a casa, as contas do banco e tudo o mais, mas não fiques com ele.


Qual seria o título da sua autobiografia?

iPinguinha.


Qual a coisa mais insólita que lhe aconteceu na vida?

Comprar um bilhete para viajar num transporte já com lotação esgotada. Hoje em dia, parece um acontecimento recorrente. Comigo, passou-se no início da década de noventa.


Por que motivo seria chamado à Administração do INESC TEC?

Por bons motivos, espero!