Inês Teixeira, José Pedro Pinto, Luís Vilaça e Tiago Soares (CTM)

1. Como é que o INESC TEC surgiu no vosso percurso profissional?

Cada um de nós entrou para o INESC TEC em fases distintas, entre 2009 e 2018, oriundos de outras empresas ou por convite dos orientadores das teses de Mestrado e projetos de Licenciatura. Desde 2018 que nos encontramos inseridos nos projetos FotoInMotion e CHIC, onde somos responsáveis pelo desenvolvimento de software aplicado a Multimédia, focado na gestão e análise de conteúdos audiovisuais. Estes projetos têm sido grandes desafios, ajudando-nos não só ao nível do desenvolvimento de competências técnicas, bem como na aprendizagem de soft skills imprescindíveis ao trabalho em equipa com sucesso.

2. Que tal tem sido o trabalho de equipa entre vocês?

A criteriosa divisão de tarefas é essencial para o bom desenrolar do trabalho. Trabalhamos em conjunto na discussão de ideias, dando o “tiro de partida” para a abordagem individual a cada um dos problemas que encontramos. No nosso entender, a nossa mais valia passa pela recetividade aos novos desafios, o pensamento “fora da caixa” para o desenvolvimento de soluções criativas e funcionais, e o facto de nos ajudarmos mutuamente para ultrapassar as dificuldades. No entanto, este espírito de equipa não impede que tenhamos as nossas próprias características profissionais: a Inês tem a capacidade de esquematizar as ideias e entregar-se de corpo e alma aos desafios, fazendo com que os problemas mais difíceis sejam solucionados de modo simples; o Luís alia a sua contagiante boa disposição à sua persistência e dedicação, entregando-se à absoluta resolução dos problemas encontrados; o Tiago, com a sua maior experiência obtida ao longo da participação em diversos projetos no INESC TEC, ajuda-nos a garantir que teremos ideias objetivas, mantendo sempre um espírito crítico, positivo e realista; o Zé Pedro entrega-se ao trabalho com 100%, ajudando os outros no que for preciso para que seja possível alcançar o melhor resultado possível.

Em resumo, somos uma equipa de pessoas com trajetórias profissionais distintas e traços de personalidade diferentes que, ao serem integrados num projeto, cresceram em conjunto e formaram uma equipa equilibrada, capaz de cumprir os objetivos traçados com sucesso.

3. A vossa nomeação inclui projetos, eventos e outras tarefas. Como é que conciliam tudo isso com sucesso?

A variedade de desafios que nos são colocados reflete-se sobretudo numa motivação extra, mesmo que por vezes seja necessário alguma flexibilidade e dedicação para levar esses desafios a bom porto. A principal vantagem de trabalharmos em equipa traduz-se na possibilidade de explorarmos diferentes áreas em conjunto, tendo também a oportunidade de lidar com as dificuldades sob perspetivas diferentes. E nos momentos em que somos assoberbados pelas preocupações (porque esses momentos também existem…), este espírito de equipa permite-nos manter o equilíbrio na distribuição de tarefas entre os vários elementos, conseguindo responder a todas as necessidades da melhor forma possível.

4. Terminamos este questionário, pedindo que comentem a nomeação, feita pela Coordenação do CTM:

“A Coordenação do CTM gostaria de propor para Fora de Série do mês de fevereiro a equipa formada pelos seus investigadores Inês Teixeira, José Pedro Pinto, Luís Vilaça e Tiago Soares porque foram excecionais na quantidade e qualidade de trabalho que desenvolveram, inexcedíveis nas respostas às solicitações que lhes foram colocadas, ultrapassaram largamente aquilo que parecia possível e formaram uma verdadeira equipa que temos orgulho de coordenar. As suas contribuições foram fundamentais para o sucesso da auditoria do projeto H2020 FotoInMotion, tal como reconhecido por todos os parceiros, mas também pela equipa de avaliação externa que realçou “the very impressive work of INESC TEC”. Em simultâneo, foram ainda capazes de responder aos desafios e deadlines do projeto mobilizador CHIC, no qual foram apresentados diversos resultados também em fevereiro. Ainda de realçar, as responsabilidades assumidas no mesmo período na preparação do OpenDay do CTM. Por estas três razões, foram claramente Fora de Série!”

Embora os projetos em que nos encontramos atualmente envolvidos ainda estejam em fase de desenvolvimento, é com enorme orgulho que lemos estas palavras e vemos o nosso trabalho reconhecido. Para além disso, é uma motivação extra para que continuemos empenhados, seguindo o nosso caminho, rumo ao sucesso profissional, individual e coletivo. Apesar desta equipa ter sido alvo de distinção este mês, a mesma depende também de outros “pilares” que garantem a obtenção dos bons resultados. Toda a coordenação, dedicação e entrega dos professores, Paula Viana, Pedro Carvalho e Teresa Andrade, tem sido incansável e excecional, tornando-os também nuns “Fora de Série”!

 

Next Post
PHP Code Snippets Powered By : XYZScripts.com
EnglishPortugal